Skip to content

Arquivado por

FELIZ 2015

Olá, pessoas!!!!

Estive de férias e, acreditem se quiserem, sem acesso à internet. Mas agora volto com outra  imagem e outro poema.

Não estive fisicamente diante de tão bela paisagem , mas toda mata, mato, pássaro, passarinho, esquilinho, boi, vaca, cavalo, lua, luar e estrelas que curti, encheram meus olhos e minha alma…

 

mata_atlantica

Imagem capturada em http://biomasbrasileirossesi299.blogspot.com.br/2012_06_01_archive.html

 

Quanto ao poema, não é muito novo e já consta do meu primeiro livro, Rolo Compressor, mas acho que traduz bem o momento…

     Leveza

 No primeiro despertar do horizonte,

Um fraco vento começa a soprar,

Balançando delicadamente todo mato,

Construindo harmoniosamente a dança da mata,

Embalando carinhosamente o novo amanhecer,

Armando um belo cenário para o sol nascer…

Sem pressa nem atropelo,

O sol terá um dia inteiro,

Para consumar sua jornada,

De primeiro iluminar o ocidente,

E depois se dirigir ao oriente,

Sem que para isso seja necessário,

Decorar o glossário de alguma tabuada…

A mansidão do vento nos revela,

Que não se configura qualquer fraqueza,

A abstenção do uso da fortaleza,

Quando a vida se quer viver com amor e leveza…

 

Espero e desejo que a imagem e o poema possam embalar este nosso ano novo!!!!!!!

                               

                         Feliz 2015!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

                                                                                                                   Malu